13 março, 2006

Um dia pra ficar na História.

Ontem foi um dia feliz. Um dia em que o São Paulo derrotou humilhantemente (de novo [e não me venham com um "foi só dois a um"]) o Corinthians. O time milionário - e argentino - sucumbiu novamente às forças do futebol São Paulino - e brasileiro, já que Lugano estava suspenso.
Mas o melhor do dia não foi isso! Melhor foi ver o Antônio Lopes pedir demissão e dizer "para tirar a responsabilidade e pressão das costas do Kia e do Angioni eu prefiro deixar o cargo".
(???)
Ele, pra tirar a pressão dos outros, se demite? Geralmente uma "aliviada de pressão" - no bom sentido, seus depravados - é o patrão demitir o empregado e culpá-lo por tudo. Cínico, esse Antônio Lopes.
Ainda melhor é saber que o Lopes já foi o 14º treinador do time do Pacaembu que larga a cargo por perder pro SPFC.

__________________________________________*
Mas ainda mais legal (que dia ótimo, acompanhei tudo à distância!) foi ler, na globo.com, a notícia de que os policiais gravaram um CD de rap em repulsa à atitude dos rappers originais, que odeiam os PM. Segue trecho de uma música, "Somos da polícia militar" - título bastante original.

"Se a noite se aproxima e o povo adormece
Não importa qual o clima, alguém sempre aparece
É o guardião da vida, sentinela do futuro
Que lhe cura as feridas, seja claro ou seja escuro"

(Eu ia negritar todo o texto, já que queria destacar as partes ruins. Decidi destacar as partes mais, hã, mais piores de todas, apenas)


Percebam que os policiais fizeram um curso rápido de Medicina Alternativa, para usar como desculpa para a ineficiencia em sua real função, "O exercício da medicina me ocupa muito o tempo, fico impedido de prender os bandidos". Mas ainda assim, prefiro ter as feridas curadas por um médico não policial.

Outra canção regravada pelos puliça foi "Pra não dizer que não falei das flores", do Vandré.
Juro que estou borbulhando de rir, aqui. (ia usar "me acabando de rir", mas não ficou singelo o bastante)
Já imagino a "Orquestra Viola Caipira", que gravou essa faixa com os PM, tocando a viola em som de Rap e os policiais balançando as mãos naquele movimento frenético feito por todos os rappers. Realmente lindo.
E mais: o título do CD é exatamente "Pra não dizer que não falei das flores". Uma das músicas com maior título da história - não me venham com "era um garoto...", estou falando de música - e eles ainda têm coragem de intitular um CD assim?
Será que esse CD vem com um encarte com as letras feitas pelos policial? Se vier, juro que compro. Tenho estado muito feliz ultimamente. Gosto de rir.

__________________________________________*

Voltando a falar de futebol, logo, logo sairá um blog sobre futebol, feito por mim, pelo Paulo, pelo Rafael, talvez o Johnny e estou chorando para que Frost, o Jack, participe também.

Mais detalhes nos próximos posts.

5 comentários:

Lw1Z disse...

Aew!
O Primeiro!
Bom, eu nem gosto de fultebol... entao pulo.
Sobre os cds, oxe,,, massa! mem anda uma copia pirata depois ou entao as mp3s. hehehe
Mas nao achei mt engracado esse post, mas ou outros 2 anteriores tavam, kkkkkkkkkkkkkkk
O resto nem li.

Rafael MSM disse...

O pior é que é verdade... daqui a pouco deve até ter rap de deputado: "Aki em Brasilíria nós trabalha muito" deve ser o megahits do milênio! euhuaheuheu

Bora vê se esse futeblog sai antes da copa de 2010!

Anaemila disse...

Eu nem gosto de futebol nem de rap... pq vc nao fala de algo q eu gosto? eu juro q comento bem mt!

Gustavo disse...

Luiz, sim, os últimos dois posts fizeram mais sucesso. Este é um real fracasso (devo chorar? seria singelo?).
Rafael, sim, ele vai sair!
Próximo post eu não falo de futebol e rap, Mila. Juro que só falo de um dos dois.

Paulo disse...

Não fui agraciado com o talento dos Mc's Puliça. Só consigo escrever letras emo. Como os policiais tem talento suficiente pra subverter qualquer linha harmonica e melódica, preferem deixar essas "frescuras melodramáticas" dos adolescentes burgueses (aquele seu professor de teoria adoraria ler o meu total repúdio a qualquer forma de expressão que prega o desapego às causas do proletariado) dando preferencia ao rap! Yo!

ps. O "Blog sobre futebol" sai. Seria interessante um template exclusivo. Alguém se prontifica a desenvolver?