23 abril, 2006

Se eu me chamasse Alaor

Choraria encolhido num canto escuro do meu quarto todos os dias. E brigaria com o meu irmão Odair quando ele entrasse no quarto cantando "Al-Alaor" e jogando confetes e serpentina nas minhas costas encolhidas. E me apresentaria aos outros como Agenor, que é muito mais difícil de parodiar. Seria traumatizado por ter por nome uma marchinha de carnaval e, por isso, odiaria carnaval, samba e qualquer expressão de alegria. Minha única namorada se chamaria Maria, e o nosso namoro acabaria quando alguém cantasse pra ela o "Maria Sapatão", por namorar uma marchinha de carnaval. Irritada, a Mazé - ou Zezé, se preferem assim - cortaria sua cabeleira e acabaria o namoro comigo.
Não consigo imaginar maior desgraça que ter Alaor por nome. Aliás, acho que se eu me chamasse Alaor entraria na justiça por um nome digno. E me registraria como Agenor. Isso se não me matasse antes de poder entrar na justiça, claro, por que acho suicídio algo muito Alaor. Os Alaores que não mudam de nome ou se matam antes dos 19 não merecem respeito. Não são dignos de minha pena, sequer. Alguém que consegue chamar-se Alaor por toda a vida e sem remorsos é ruim da cabeça.
Para provar minha tese, fotos de Alaores aqui, aqui, aqui, aqui, aqui, alguém que podia ser Alaor aqui e do irmão Odair aqui.

11 comentários:

Caio disse...

Você tem um quê de Alaor meu caro. Seu nariz, repare bem.
P.S. Post muito bom.

Jeferone disse...

Escrevi algo parecido(dia 20 acho), mas o nome observado era Alípio.

Gostei do post.

Alaor disse...

Queria ver você dizer isso na minha frente!

Anônimo disse...

“Os Pacifistas foram sempre extremamente eficazes a provocar guerras” – Quitéria Barbuda in “Milícia Basij Mostazafan” in “Revista Espírito”, nº 33, 2006

www.riapa.pt.to

Gustavo disse...

Não entendi, repete?

cammy disse...

Alaor é nome do gordinho introspectivo de qualquer repartição, óbvio.

Guilherme Montana disse...

Alaor... Os Alaores que você mostrou têm cara de tiozões que gastam muito em presentes pra aniversário de sobrinhos, filhos, bastardos, etc.

Noodle disse...

Tem uma Conceição na minha turma e sempre tem alguém pra cantar "Conceiçããão" quando a chama. Acredito, então, que Conceição é a versão feminina da desgraça de se chamar Alaor.

izabel disse...

depois de olhar bem as fotos, digo que discordo totalmente de você. todos os alaores são muitíssimos simpáticos e risonhos, pessoas felizes. por sinal, por serem os alaores tão de bem com a vida e alegres, cantam alegremente a tal paródia da marchinha de carnaval com o nome deles.
acho até que são quase sempre surdos e que acham que aiquecalor-ô-ô é alalaô-ô que isso é uma prova de sua personalidade feliz e até colocam isso na descrição do orkut.
tenho dito. :)

Rafael MSM disse...

pior é não ter música nenhuma com o seu nome. É muito triste. Passei anos até encontrar uma com o meu e ainda assim não fico muito contente porque era em francês. Os Alaores já tem essa sorte há anos!

Laura disse...

Ainda há espaço para desventura semelhante. Veja bem, eu disse semelhante: chamar-se Fausto Leonardo!