28 julho, 2006

Os populares fugiram desesperados do tiroteio

Adoro essa forma jornalística de falar do vulgo.

____

Me disseram uma vez que democracia é algo como pôr pra jantar juntos três lobos e uma ovelha. Naquele dia deixaria de ser democrata se algum dia eu tivesse sido.

Não pela força do argumento, mas pela altivez do exemplo. Eu me tornaria democrata se se falassem em três raposas e uma galinha ou três gatos e um rato. Mas ovelhas! Oh, as ovelhas são irrefutáveis.

Me pareceu algo como um jovem rico jantando com três índios canibais.

____

Veja, meu público, como eu me esforço para agradá-lo: se eu quisesse somente seu riso fácil, escreveria diariamente neste blog posts de apenas uma palavra inerentemente engraçada que provocaria seu riso instantâneo. Algo como "feio" ou "pobre" ou "gordo" ou "anão".

Mas não, não, minha nobreza não me permite. Sempre trago discussões elevadas. Que retribuição recebo? Nada. Um comentário aqui, outro acolá. Dadas as circunstâncias, a crise do blog, resolvi apelar:

Anão gordo, pobre e feio.

4 comentários:

Gustavo disse...

Ia acrescentar "preto" na descrição do anão, mas ia deixar de ser engraçado e passar à bizarrice.

Rafael MSM disse...

eita, é o fundo do poço... já tá apelando até para as minorias!

Fusilli disse...

Tente falar mal do PT. Parece que isso garante uma enxurrada de comentarios ofendidos...

Noodle disse...

Ri mais com a ovelha. Oh, não era pra rir?